“A religião não foi legal comigo”, desabafa Marília Mendonça

A cantora sertaneja Marília Mendonça concedeu, na noite de segunda (06), uma entrevista ao programa Lady Night, comandado pela humorista Tatá Werneck

A cantora sertaneja Marília Mendonça concedeu, na noite de segunda (06), uma entrevista ao programa Lady Night, comandado pela humorista Tatá Werneck. No talk show, exibido pelo canal Multishow, a cantora falou sobre o início da carreira, quando cantava na igreja, e como as tradições religiosas a afastaram da comunhão da igreja.

Ao ser questionada se era evangélica, a cantora afirmou que não, mas que ainda se sente próxima a Deus. “Parei de achar [que se sentia abandonada] porque, hoje, com essa questão de preconceito, as pessoas param de acreditar e amar a Deus, por causa de um falador que diz que Deus não te ama do jeito que você é. Então, parei de ouvir a voz das pessoas do mundo para ouvir a voz de Deus”, finaliza Marília.

Marília falou também das dificuldades que passou na infância, quando seu padrasto abandonou a família e teve que ajudar a mãe com as despesas familiar.

Deus no São João
Marília cantou este ano uma música gospel no maior são joão do mundo, em Campina Grande – PB. Na ocasião ela aproveitou um momento de seu show para agradecer ao público e a Deus, e se emocionou ao cantar a música “Te agradeço”, do ministério Diante do Trono: “Hoje a nossa conversa [com Deus] foi bem longa. Foi bem longa de verdade, e eu pedi pra Ele que me abençoasse nessa noite especial, e que eu pudesse fazer o melhor show de todos, da minha vida”.

A cantora se envolveu em uma polêmica com a também cantora Elba Ramalho, que é natural de Campina Grande. Tudo porque Elba criticou o fato de festas tradicionais juninas pelo nordeste estarem dando mais espaço para o sertanejo do que propriamente ao forró tradicional. Marília respondeu após um show em Recife, que havia espaço para todos os ritmos e ainda insinuou que para ser chamada para todas as festas é necessário apenas fazer música boa, trecho que foi entendido por muitos como uma alfinetada para Elba.

Durante o show em Campina Grande, Marília além de cantar gospel, disse que era apaixonada pelo nordeste, e doou um valor de R$: 100 mil reais para uma organização de caridade (seu cachê é avaliado em quase 300 mil).

Via: Portal do Trono