BOMBA: Prisão de Caio Fábio atinge Lula e Dirceu: "estava lidando com uma quadrilha"

Caio Fábio foi preso esta semana acusado de falsificação e calúnia, devido ao caso conhecido como "Dossiê Cayman"

Caio Fábio foi preso esta semana acusado de falsificação e calúnia, devido ao caso conhecido como "Dossiê Cayman", mas em um vídeo gravado quase três anos antes o pastor revelou como se envolveu no processo junto ao PT e qual foi a influência de Lula e José Dirceu sobre o que chamou de "quadrilha"

O pastor Caio Fábio, líder evangélico de muita influência no Brasil durante as décadas de 80 e 90, quando fazia parte da Igreja Presbiteriana, participou de um hangout em outubro de 2014 com Danilo Gentili e Olavo de Carvalho. Na ocasião, Caio explicou seu envolvimento com o PT e com o caso conhecido como "Dossiê Cayman", motivo pelo qual o pastor foi preso pela Polícia Federal na última quarta feira (24/05/2017).

O vídeo abaixo não apenas comprova o envolvimento de Caio como sendo o principal responsável pela aproximação dos evangélicos com a "esquerda" brasileira entre 91 e 98, como também sua constatação, já naquela época, de que Lula, Dirceu e outros faziam parte mesmo de uma quadrilha, segundo palavras do próprio Caio Fábio.

Caio Fábio cita o tal "Dossiê Cayman" e explica como caiu no que chamou de "armadilha", atribuindo ao envolvimento com o PT a atitude que considerou a "mais equivocada" da sua existência.

"Eu sou um homem adulto pra admitir a idiotice da minha participação maior ou menor, periférica ou de qualquer natureza no processo [do dossiê] e vivo com as consequências disso diante de Deus e do meu próximo", disse Caio.

Para o pastor Caio Fábio, Lula e Dirceu formavam uma "quadrilha"

Durante o vídeo, Caio Fábio deixa claro que no começo não percebeu onde estava se metendo, mas passou a entender quando viu que a intenção do PT era alcançar a Presidência da República e se perpetuar no poder, através de um regime autoritário baseado no aparelhamento do Estado.

Após dizer que se deixou "levar" pela proposta do PT, Caio afirmou que "...o final disso foi o desembocar do chamado 'dossiê Cayman', e ele [Lula], José Dirceu e todo mundo pularam fora, eu fiquei segurando uma coisa que não era minha no meio da praça e dai em diante foi uma sucessão avassaladora do caráter do Lula, ou da ausência total de caráter dele, do José Dirceu e daquele grupo inteiro", disse.

"Foi tão avassalador que eu cheguei a conclusão, muito antes do mensalão acontecer, que estava lidando com uma quadrilha, totalmente abandidada". Assista o vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões:

Complemento:

Neste outro vídeo, dessa vez gravado em 2015, Caio Fábio aparece dizendo que o processo pelo qual foi preso foi devido a Lula ter lhe incriminado, na intenção de livrar a si próprio. O pastor afirma que ligou para Lula após seu nome (de Caio) repercutir nos jornais, para lhe pedir que dissesse a verdade, mas Lula respondeu dizendo que o primeiro nome que pensou para atribuir a culpa foi o de Caio. Assista:

Via: Opinião Critica

Divulgação: Web Evangelista