Gideões enfrenta “dia de cão” e demite mais de 60 funcionários

A decisão de demitir mais de 60 funcionários, partiu do pastor Reuel Bernardino, presidente da instituição

A manhã desta Quinta-Feira (15), foi marcada por uma enorme tensão nas dependências do Gideões Missionários da Última Hora, em Camboriú-SC.

Uma reunião a portas fechadas, envolvendo a alta cúpula da instituição e da convenção da Assembleia de Deus em Santa Catarina, culminou com várias demissões, somando cerca de  sessenta funcionários demitidos durante a gestão do atual presidente.

As demissões foram autorizadas pelo presidente, pastor Reuel Bernardino, com o consentimento do vice-presidente, o pastor Hueslen R. Santos.

Salários atrasados

Os atrasos salariais já somam quatro meses, acrescido do décimo terceiro, que também não foi pago. Com a demissão em massa que ocorreu essa manhã, restaram apenas cerca de 30 funcionários, que também compartilham da mesma situação, e segundo informações, podem a qualquer momento formalizar uma denuncia junto ao Ministério do Trabalho.

Missionários desamparados

A crise do Gideões acabou afetando diretamente os missionários, que dependem diretamente de uma pequena oferta que era enviada mensalmente. Esse valor deixou de ser enviado já a muito tempo, e alguns dos poucos missionários que estavam aguardando uma  mudança de rumo na instituição, acabaram também sendo demitidos.

Congresso Gideões 2018 

Com tantas demissões e atrasos salariais, tudo aponta para uma não realização do evento este ano, que costuma acontecer entre Abril e Maio, e estaria na sua 36º edição.

Se partir par ao principio da coerência, entende-se que seja mais importante pagar os salários das dezenas de família que trabalham em tempo integral para a instituição, do que patrocinar pão e circo.

Reuel em depressão

O filho do pastor Cesino já sofre de depressão, e não é de hoje. Mas com a pressão que vem recebendo desde que assumiu o lugar do pai, parece estar ainda mais dependente de medicamentos anti-depressivos. Como o quadro deve ainda piorar com os próximos acontecimentos, nos resta apenas orar para que o eterno faça justiça.

Via: FG