“O caminho do milagre é a escola dos valentes”, diz Ludmila Ferber sobre luta contra o câncer

“Queridos e queridas de Deus, de forma sobrenatural o Senhor está me sustentando. Tenho respondido bem a esse primeiro ciclo da quimio. É sobrenatural. Eu creio na Palavra de Deus, ela é minha condição. E ela declara que eu já estou curada”.

Ludmila Ferber tem dado andamento ao seu tratamento contra o câncer e mais uma vez usou as redes sociais para expressar sua fé na cura. As mensagens de esperança têm sido a tônica dessa fase de quimioterapia pela qual a pastora e cantora passa.

A pastora fez uma selfie no hospital, mostrando os óculos e o véu que pacientes femininas usam para encobrir a queda do cabelo. “’Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, amor e moderação’ (II Tim.1.7). No caminho do milagre a gente vence tudo”, escreveu no Instagram.

Dias antes, ela havia publicado outra foto, com uma legenda no mesmo tom: “O Caminho do milagre é lindo! Ele é a escola dos valentes mais que vencedores, gente como você! Deus te sustente em todo tempo, e te dê Paz e Alegria de Viver”, afirmou Ludmila Ferber.

O tratamento para curar o câncer começou no mês de maio, com a pastora reduzindo sua agenda, mas sem interromper suas ministrações.

No final do mês passado ela gravou um vídeo relatando como enxergava o momento que está atravessando: “Queridos e queridas de Deus, de forma sobrenatural o Senhor está me sustentando. Tenho respondido bem a esse primeiro ciclo da quimio. É sobrenatural. Eu creio na Palavra de Deus, ela é minha condição. E ela declara que eu já estou curada”.

Na sequência, Ludmila Ferber ponderou que tem sido tocada por Deus para seguir adiante com seu tratamento: “Por algum motivo, por um propósito do meu Senhor, Ele quer que eu trilhe o caminho do meu milagre, e eu estou aqui, trilhando um dia após o outro, sustentada pelos jejuns e intercessão desse exército poderoso de homens e mulheres do céu, como vocês, e crendo, e adorando, e declarando a Palavra”, acrescentou.

Via: Gospel Mais