Presidente jovem do Partido Social Cristão é demitido após enviar nudes na internet

Em nota, o partido “reafirma seus ideais cristãos democráticos e de profundo respeito ao ser humano”

Na última segunda-feira, o PSC (Partido Social Cristão) anunciou o desligamento Caíque Marcatt do cargo de presidente do PSC Jovem.

Recentemente, ele foi acusado por uma das coordenadoras do movimento Direita São Paulo de enviar fotos de suas partes íntimas durante uma discussão via Facebook, após Caíque ser duramente criticado em postagens do grupo militante.

A imagem foi enviada por meio do Facebook a coordenadora do DSP:

Em nota, o partido “reafirma seus ideais cristãos democráticos e de profundo respeito ao ser humano” e informa que o advogado Samuel Oliveira (PSC-DF), até então secretário do PSC Jovem, passa a ocupar o cargo de presidente, confira:

“O Partido Social Cristão informa o desligamento de Caíque Marcatt do cargo de presidente Nacional do #PSCJovem. O afastamento de Marcatt ocorreu hoje, dia 5 de junho. O PSC reafirma seus ideais cristãos democráticos e de profundo respeito ao ser humano.

O cargo passará a ser ocupado pelo advogado Samuel Oliveira (DF), atual secretário nacional do PSC Jovem.”

Nascido em Guarulhos (SP), Caíque tem 31 anos, e é filiado ao PSC desde 2006. Em 2010 atuou como líder do grupo jovem suprapartidário da campanha de Geraldo Alckmin na disputa a Governo do Estado.

Caíque, que é casado e tem filhos, vem ironizando nas redes sociais tanto a denúncia feita pela dirigente do movimento Direita São Paulo como também a decisão do PSC de afastá-lo de seu cargo.

(Extra)