Sarah Sheeva concede entrevista exclusiva ao site Web Evangelista

Sarah Sheeva é Cantora, Compositora, Escritora, Missionária e Pastora Aspirante.

arah Sheeva é Cantora, Compositora, Escritora, Missionária e Pastora Aspirante.

Começou a compor aos três anos de idade, quando seus pais ainda faziam parte do grupo Novos Baianos, nos anos 70.

 Filha de dois grandes nomes da música brasileira, Pepeu Gomes e Baby do Brasil, Sarah iniciou sua carreira em 1991, nos bastidores da música como figurinista e depois se tornou desenhista de alta costura. Também em 1991 Sarah teve sua filha Rannah Sheeva, que hoje a acompanha no Ministério.

Começou a carreira de cantora em 1994 como back-vocal de seus pais.

Atuou por cinco anos no grupo musical “SNZ”, o qual deixou em 2003, para seguir seu chamado Ministerial e trabalhar por tempo integral na obra de Deus como missionária e pregadora da Palavra.

Lançou em 2005 seu primeiro CD Gospel “Tudo Mudou”. 

Em Setembro de 2007 lançou seu primeiro livro “Defraudação Emocional”,

e em Setembro de 2008, o livro “Onde foi que eu errei?”.

 Sarah Sheeva é membro da ICI (Igreja Celular Internacional) em Copacabana, RJ, seus pastores são José Antônio Lino e Ludmila Ferber desde 1998.

Ela foi a primeira de sua família a se converter ao Evangelho de Cristo, em Outubro de 1997 no Rio de Janeiro, quando sozinha em seu quarto, teve uma experiência sobrenatural com Cristo. Após aquela forte experiência, Sarah passou a orar e interceder por sua mãe, e por toda a sua família. Dois anos depois, sua mãe, Baby do Brasil, teve sua experiência de conversão que impactou a nação brasileira, fruto de muita intercessão de Sarah e de seus pastores, um detalhe pouco conhecido pelo público. Sua mãe tem um ministério próprio, desvinculado do ministério de Sarah. Toda a sua família  e sua parentela tem sido alcançada no tempo de Deus.

Sarah Sheeva tem um ministério missionário, de edificação da igreja na Palavra (desde 2003), seu ministério está vinculado à cobertura de seus pastores (da Igreja Celular Internacional em Copacabana) e é totalmente desvinculado do ministério de sua mãe.

Web Evangelista:  Sempre tive curiosidade, o que significa seu nome e qual foi a intenção da sua mãe ao dá-lo a você?

Sara Sheeva: Troquei meu nome quando era adolescente, e fui eu mesma quem escolhi o "Sarah", mas minha mãe não gostava de nomes "comuns", por isso ela sugeriu que eu acrescentasse outro nome que eu gostasse para que ficasse "diferente" (rs). Quando coloquei "Sheeva" eu gostava do som desse nome, e enfatizei bastante que deveria ser escrito com dois "e" para não remeter à entidade indiana "shiva" ou "siva", porque eu não queria que as pessoas pensassem que existia alguma ligação com isso (porque realmente não existia). Mas apesar dessa minha atitude, esse era o tempo da "ignorância" quando eu ainda não conhecia o Senhor Jesus. Outro dia fiquei feliz ao descobrir que "sheva" significa "sete" (número 7) em hebraico.

Como descreveria sua vida com Deus?

Como? Não sei como descrever isso (rs)... Jesus é tudo para mim! Deus está o dia todo em minha mente e espírito, Ele ocupa minha mente quase 24 horas por dia sem parar... não sei viver sem Ele... Jesus é a razão minha vida.

Como conheceu o evangelho?

Apesar de ter sido evangelizada pela minha amiga Andréa Lancellotti, que orava por mim durante 10 anos, eu me converti em Outubro de 1997 sozinha em meu quarto, quando Jesus "apareceu" em Espírito para mim e se revelou... foi tremendo! A partir daí comecei a buscá-lO... mas eu nunca tinha lido a Bíblia, por isso, no início o processo foi lento. Mas em 2000 eu fui batizada com o Espírito Santo, aí sim as coisas começaram a mudar significativamente, e comecei a me aprofundar na Palavra.

Você lê a bíblia todos os dias?

Procuro ler todos os dias, mas muitas vezes a correria não me permite dedicar tanto tempo. Por isso eu procuro tirar diariamente um tempo de "lugar secreto" (Mt 6.6) para buscar ao Senhor de várias formas: leitura, oração, adoração, oração em línguas, confissão, ação de graças, etc. Dessa forma eu busco a intimidade com o Senhor, e afasto a possibilidade de me tornar uma pessoa "religiosa" e "acomodada" espiritualmente.

Qual linhagem doutrinária você segue?

Eu me converti há 14 anos atrás (2007) numa "geração" neopentecostal. Mas não sou uma pessoa "fechada", inclusive eu atendo a convites para todos os tipos de Igrejas, pentecostais, tradicionais, etc. Porque creio que para o nosso Senhor a Igreja é uma só, sem "placa de identificação", ou separação de pessoas por linhagem doutrinária.

Já se sentiu confrontada por Deus em algum comportamento inadequado seu?

Se senti? (rs), já fui muito confrontada por Deus em VÁRIOS comportamentos! (rs), a verdade é que "sem confronto não há mudança", por isso estou sempre sendo confrontada, sempre melhorando, sempre buscando o caráter de Jesus... Essa busca é constante para todos nós, até chegarmos na glória! Um exemplo de um comportamento que Deus me confrontou? Na época que eu me converti era "estrela", "artista", "celebridade", uma pessoa vaidosa nesse sentido, então Deus me confrontou muito, até que eu deixei de ser “estrela” e aprendi a ser SERVA, e entendi que ELE é a única Estrela.

O que você transmite as pessoas ao seu redor?

Procuro transmitir a Verdade sobre Jesus Cristo, a Verdade sobre "ser livre" (João 8.36), a Verdade sobre a Palavra de uma maneira prática, e não teórica. Procuro ensinar as pessoas a desenvolverem um relacionamento com Deus, e não levar uma vida religiosa. Tenho visto muitas pessoas (que amam o Senhor, que conhecem e manejam bem a Bíblia) viverem como "escravas" de várias coisas deste mundo, e isso tem revelado que não basta conhecer, é preciso praticar e viver a Palavra. O maior problema da igreja hoje em dia é "a idolatria das vontades do homem", e muitos (que amam o Senhor) NÃO são livres nessa área das "vontades". ("Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convém..." 1Cor 6.12)

Você acha importante ter uma vida de oração?

Sim, é essencial. Oração é relacionamento com Deus.

Tem planos de liderar alguma denominação?

Não. Não creio que esse seja o meu chamado. Porém, sou obediente a Deus e a minha liderança, estou aqui para SERVIR ao Reino, por isso não determino nada em minha vida, quem determina é o Senhor.

Quais são seus planos relativos a obra de Deus?

Meus planos são: continuar firme no trabalho missionário de santificação que tenho feito por todo o Brasil, levando Palavras de edificação e cura para o Corpo de Cristo, e servir melhor ao ministério local e a liderança.

Pretende se casar?

Se essa for a vontade de Deus, sim. Mas se for para casar com alguém que não esteja alinhado com o Senhor, ou que não esteja com o mesmo propósito de servir a Deus, então prefiro continuar solteira (rs).

Ter filhos?

Gostaria, mas não sei se a idade vai permitir...rs, já estou com 38.

O que você entende por heresia?

Heresia é tudo que foge da Verdade da Palavra de Deus, dos princípios e mandamentos estabelecidos em Sua Palavra.

O que você acha dos blogs apologéticos e seu uso na rede hoje?

Acho que toda troca de informação e de conhecimento pode ser válida, desde que não fira a Verdade da Palavra, o Senhor, ou a Igreja do Senhor. Porém, podemos perceber que muitos desses blogs são de homens que se frustraram com líderes, com pessoas, ou com a própria Igreja, há alguns que são homens frustrados em seus ministérios, e como eu sei disso? Porque o que eles escrevem, e a forma COMO escrevem, revela isso. A Bíblia nos mostra que "a boca fala (o dedo tecla, rs) o que o coração está cheio"(Lucas 6.45), ou seja, pelo conteúdo do que essas pessoas escrevem podemos conhecer seus corações. Por exemplo, quem escreve muito sobre "amor e unidade" tem o que em excesso no coração? Amor e unidade, é claro. E quem só escreve criticando e falando mal de outras pessoas (que nem mesmo conhece), tem o que em excesso dentro do coração? Crítica, raiva e feridas, é lógico. Por isso, é importante que os irmãos observem e evitem os blogs que NÃO EDIFICAM em nada, e que só geram divisão entre o povo de Deus.

Você é vaidosa?

Vaidosa no sentido da aparência, sim, e muito! (rs) acho que é uma coisa comum nas mulheres. Mas não sou vaidosa no sentido da reputação, isso não. Até porque o próprio Senhor Jesus nos avisou que muitas pessoas falariam mal de nós por causa dEle... (Mateus 5.11), ou seja, para os servos de Deus, ser vaidoso é uma perda de tempo.

Quando alguém discorda do que você diz qual sua reação imediata?

Naturalmente a minha reação imediata é ouvir, pensar, e avaliar a discordância da pessoa. Todo ponto de vista é válido para o crescimento da comunicação e para o evangelismo (1Cor 9.20-22), porém, quando percebo que a pessoa não está interessada em compartilhar, receber, ou trocar conhecimento, mas que só quer implicar (“trolar”) aí eu corto logo, não devemos falar (explicar nada) para quem não quer ouvir... (Mateus 7.6).

Tem mágoa de alguém?

Claro que não. Porém, viver sem mágoa é um exercício diário. Sempre que alguém “me magoa”, imediatamente vou buscar ao Senhor, e em oração peço que Ele remova todo resquício de mágoa que possa ter se alojado ou se escondido em meu coração. Sabemos que a mágoa é a falta de perdão, e que em Mateus 6.14 e 15 Jesus deixou bem claro que perdoar uns aos outros era uma CONDIÇÃO para que Ele também nos perdoasse. Por isso, quem quer ser perdoado pelo Senhor, não pode guardar mágoa de ninguém.

O que tem a dizer aos leitores do nosso Blog?

Que Deus abençoe vocês, e que possam continuar firmes na porta e no caminho estreito que conduz à Vida. Paz!

Postou 

Wagner Lemos

(ao repassar a postagem favor manter os créditos)